Sua Majestade, O Bardo

Minha foto
Valença, Bahia, Brazil
Escritor e Professor de Literaturas Anglófonas. Autor do livro "Estrelas no Lago" (Salvador: Cia Valença Editorial, 2004) e coautor de "4 Ases e 1 Coringa" (Valença: Prisma, 2014). Licenciado em Letras/Inglês pela UNEB-Campus Salvador. Falando de mim em outra forma: "Aspetti, signorina, le diro con due parole chi son, Chi son, e che faccio, come vivo, vuole? Chi son? chi son? son un poeta. Che cosa faccio? scrivo. e come vivo? vivo."

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

women not shamed to say what they think




The Valencian writer Ricardo Vidal will lecture on "Women without shame to write what they think" on 21th, January at 19:20 at the point of reading "Bem Brasileiro" in Valença-BA (Brazil). The event, sponsored Center for Advanced Study of Human Rights (CEADDH) is free, but with limited places. Registration by Internet, by http://ceaddh185.blogspot.com.

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Palestra no ponto de leitura Bem Brasileiro


Literatura feminina é o tema de
palestra de Ricardo Vidal no CEADDH


O escritor valenciano Ricardo Vidal fará palestra “Mulheres sem vergonha… de escrever o que pensam” no dia 21 de janeiro, às 19h20, no ponto de leitura “Bem Brasileiro – Para uma Cultura de Direitos!”. O evento, promovido ONG Centro de Estudos Avançados de Defesa dos Direitos Humanos (CEADDH), é gratuito, mas com vagas limitadas. Inscrições pelo internet, pelo blogue http://ceaddh185.blogspot.com.

A palestra falará sobre a literatura de autoria feminina, com ênfase nas escritoras dos séculos XX e XXI. “Pretendo mostra na minha palestra uma visão sobre a literatura feminina que é densa e forte, distante do estereótipo que associa a escrita feminina com sentimentalismo barato e frívolo. Irei apresentar um leque de escritoras excelentes como Eliana Mara e Renata Belmonte. Escritoras que, além de escreverem bem, não tem vergonha de expressar seus pensamentos”, afirma o palestrante.

Sobre o palestrante
Ricardo Vidal é escritor e professor de literatura, autor do livro “Estrelas no Lago” (2004), premiado pela revista literária Iararana e pela Academia de Letras do Recôncavo. Participou de várias antologias de contos e poesias. A mais recente é a antologia “Novos Valencianos” (2010), que reúne a nova geração de escritores valencianos ligados à Ocupação Cultural. Ricardo Vidal é licenciado em Letras / Inglês pela UNEB e atualmente está concluindo a pós-graduação em Estudos Lingüísticos e Literários da UFBA, onde prossegue sua pesquisa sobre Erotismo na Literatura Feminina Contemporânea.

O que? Palestra “Mulheres sem vergonha… de escrever o que pensam.”
Quando? 21 de janeiro de 2012, às 19h20
Onde? Ponto de Leitura “Bem Brasileiro” (Av. Maçônica, 335 A, Graça. Valença - BA)

------------------------------------------------------------

Acompanhe RICARDO VIDAL nas redes sociais:
Blogue: “Castelo do Bardo Celta” (www.bardocelta.blogspot.com)
Facebook: www.facebook.com/bardocelta
Twitter: www.twitter.com/bardocelta

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Sexta Feira 13 - tentativa de microconto

Olhou para o calendário no canto de computador: Sexta-feira, 13 de janeiro. "O ano começou bem", pensou ele com os botões. Ele não era supersticioso, mas, (como bom baiano descendente de espanhol, um cético que respeitava os mistérios do mundo), prometeu evitar cruzar gato preto e andar por debaixo de escadas naquele dia. No Orkut, plantou bastante guiné e espada-de-são-jorge no jogo "Colheita Feliz". Bateu na madeira virtual do Facebook. Ficou mudo no Hotmail, no MSN Messenger e no ICQ, a fim de evitar mal-entendidos. Para isso, tinha uma boa desculpa: estava escrevendo uma palestra e, portanto, precisava de silêncio. E assim o dia foi morrendo modorrento por detrás dos prédios. Ao ver que nada de azarado poderia ocorrer naquele dia (e por que ocorreria?), nosso personagem anônimo foi trabalhar no seu blogue. Postava o texto na palestra no blogue quando um estourou ouvido lá fora antecedeu o momento  da tela do computador escurecer de vez: uma sobrecarga no transformador o fez perder todo o texto, que, ironicamente, ele havia se esquecido de salvar...

Salvador, sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Biblioteca do Bardo Celta (Leituras recomendadas)

  • Revista Iararana
  • Valenciando (antologia)
  • Valença: dos primódios a contemporaneidade (Edgard Oliveira)
  • A Sombra da Guerra (Augusto César Moutinho)
  • Coração na Boca (Rosângela Góes de Queiroz Figueiredo)
  • Pelo Amor... Pela Vida! (Mustafá Rosemberg de Souza)
  • Veredas do Amor (Ângelo Paraíso Martins)
  • Tinharé (Oscar Pinheiro)
  • Da Natureza e Limites do Poder Moderador (Conselheiro Zacarias de Gois e Vasconcelos)
  • Outras Moradas (Antologia)
  • Lunaris (Carlos Ribeiro)
  • Códigos do Silêncio (José Inácio V. de Melo)
  • Decifração de Abismos (José Inácio V. de Melo)
  • Microafetos (Wladimir Cazé)
  • Textorama (Patrick Brock)
  • Cantar de Mio Cid (Anônimo)
  • Fausto (Goëthe)
  • Sofrimentos do Jovem Werther (Goëthe)
  • Bhagavad Gita (Anônimo)
  • Mensagem (Fernando Pessoa)
  • Noite na Taverna/Macário (Álvares de Azevedo)
  • A Casa do Incesto (Anaïs Nin)
  • Delta de Vênus (Anaïs Nin)
  • Uma Espiã na Casa do Amor (Anaïs Nin)
  • Henry & June (Anaïs Nin)
  • Fire (Anaïs Nin)
  • Rubáiyát (Omar Khayyam)
  • 20.000 Léguas Submarinas (Jules Verne)
  • A Volta ao Mundo em 80 Dias (Jules Verne)
  • Manifesto Comunista (Marx & Engels)
  • Assim Falou Zaratustra (Nietzsche)
  • O Anticristo (Nietzsche)