Sua Majestade, O Bardo

Minha foto
Valença, Bahia, Brazil
Escritor e Professor de Literaturas Anglófonas. Autor do livro "Estrelas no Lago" (Salvador: Cia Valença Editorial, 2004) e coautor de "4 Ases e 1 Coringa" (Valença: Prisma, 2014). Licenciado em Letras/Inglês pela UNEB-Campus Salvador. Falando de mim em outra forma: "Aspetti, signorina, le diro con due parole chi son, Chi son, e che faccio, come vivo, vuole? Chi son? chi son? son un poeta. Che cosa faccio? scrivo. e come vivo? vivo."

domingo, 30 de novembro de 2008

Noticias do Reino de Jambom - manhã perfeita

As manhãs não foram as melhores para o escritor R Vidal. "Manhãs foram feitas para erem dormidas", dizia ele com manha. Mas esta foi diferente.

No dia anterior ele não dormirara para terminae um livro de encomenda. Estava estafado, sem saber como concluir o livro. Por isso achou melhor um pouco cochilar depois do almoço. Quem sabe, mas descansado, ele achava o final que queria? Foi dormir no divã de sua torre-escritório. Literalmente apagou, sob o efeito do Valpolicella.

Acordou um pouco zono. Sonhara com sua idade natal, a casa onde nascera. Achava que era 08h00 da noite. Lá fora um chuva serena de primavera deixava o divã mais convidativo. Ainda enrolado no poncho, ele não foi para escrivanhinha. Ligou a TV, que anunciava a Sessão Insônia. "Já é madrugada... bem, o que fazer? Vou assitir o filme" Pensou ele. Era um filme de fantasia que ele gostava de assisitir quando criança. Ficou assistindo e tomando sorvete (potes que ele guardava no frigobar), numa gostosa travessura que não fazia a muito tempo.

Quando o filme terminou, foi para cozinha. Para sua surpresa, musa isabel deixara na geladeira um prato generosamente cheio de Penne a la Putanesca. Ela sabia que ele gostava deste prato. Ele estava irritadiço, por conta do livro. Em lugar dela reclamar com ele, ela fizera seu prato predileto e deixou guardado na geladeira, para que ele pudesse comer mais tarde, assim que acorda-se.

R Vidal não pensou duas vezes. Ligou o forno de microondas e esquentou o prato. Como ainda havia trabalho por terminar, levou o prato para sua torre-escritório, junto com a garrafa de Valpolicella. Na sua escrivaninha, colocou um guardanapo, para não sujar. Enquanto ia provando a iguaria quando o dia ía amanhecendo. Um dia nublado e com muito vento nascia diante seus olhos...

Como uma manhã perfeita, seus olho logo vislumbraram o final que procurava para seu livro.

*****************************

Na ficção da vida civil, minha manhã começou com um dia nublado, lindo. Um picolé, cinco pedaços de pizza e uma caneca de guaraná era minha alegria numa manhã diferente

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Torre do Bardo Celta - flog

Tomei vergonha na cara e fiz meu Fotolog. "Torre do Bardo Celta" (www.vibeflog.com/bardocelta). Lá colocarei minha produção como fotógrafo amador. Espero a visita de vocês...

sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Um parêntese político e bairrista num blog literário

Como cidadão, eu havia declarado meu voto para Salete, como candidata a vereadora em minha cidade na eleição passada, de 2008. Não se elegeu. Mas estou orgulhoso em ter votado nela e conseguidos alguns votos. Contudo, como uma leitora enviou um e-mail, me perguntando a candidata que eu apoiei iria ser a Secretária de Educação do futuro prefeito de Valença, acho justo repassar esta informação: ELA NÃO ACEITOU O CONVITE!!! Salete Lucena, segundo fontes oficiais e fidedginas, não aceitou o convite de ser Secretária de Educação, por ver diferenças politicas entre ela e o futuro prefeito. No então, continuará trabalhando pelo melhor da Educação e da classe dos profesores na cidade de Valença e região.

Isso pode ser conferido no blog "A Novidade" http://ruydoliveira.blog.uol.com.br/.

O único comentário que eu posso fazer é que, por esta coerência e pelo seu histórico de luta que Salete SEMPRE terá meu voto e meu apoio, em qualquer eleição que ela disputar.

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Indicação de BLOG: "A Novidade", de Ruy Lima

"A novidade que veio dar na praia..."

Recebi o e-mail do meu amigo, Prof. Ruy Lima, avisando do seu blog: A Novidade (http://ruydoliveira.blog.uol.com.br/). Um blog de política e reflexão. Conferi e gostei. Indico-o para meus amigos, especialmente os de Valença-Bahia.

terça-feira, 11 de novembro de 2008

Esteira de Espumas

Esteira de Espumas

Baía de Todos os Santos; 07 de novembro de 2008
(a bordo do catamarã “Ivete Sangalo”)

O Barco!
Meu coração não aguenta
Tanta tormenta, alegria
Meu coração não contenta
O dia, o marco, meu coração (…)

Os Argonautas – Caetano Veloso

Ao redor da Baía de Todos os Santos
Há História e Riqueza,
Cultura e Tristeza,
Miséria, Devoção e Beleza.
Mas no espelho líquido de suas ondas
Há apenas a paz e a serena imensidade.
Nuvens aparecem como sonhos sem pastores
Que suavizam a dura dialética do dinheiro.
A espuma do catamarã são sereias sem cantos,
Noivas sensuais
Que dissolvem o suor da labuta
Na brancura de suas ondas.
Há a paz imensa que envolve o poeta
E as espumas indicam com sua esteira
A serenidade, o lar, o porto secreto do meu coração.

O porto secreto está logo ali na frente.
Há o desejo se chegar logo e erigir meus castelos.
Todavia, uma voz sábia vinda alhures diz:
O que importa a senda, o porto e os ventos
Se o capitão não souber apreciar a baía?
No fundo, só a certeza do porto a frente.
O restante são as espumas e as nuvens
Que aqui estão em paz, como companheiras.
São elas que construíram a viagem pela baía…

Recital de Rock e Literatura


A banda de punk rock Pastel de Miolos (no seu primeiro show acústico em 14 anos de trajetória) e o grupo de escritores Corte fazem apresentação conjunta no sábado, 22 de novembro, às 18h, no Pátio do ICBA (Corredor da Vitória, 1.809). No evento, o poeta de Juazeiro (BA) Lupeu Lacerda lança em Salvador seu livro "Entre o alho e o sal".


Ficha Técnica:
Corte: Lupeu Lacerda, Sandro Ornellas e Wladimir Cazé (poetas), Lima Trindade e Gustavo Rios (contistas).
Pastel de Miolos: Alex Costa (baixo e voz), Allisson Lima (guitarra e voz) e Wilson Santana (bateria).


Serviço:
Onde: ICBA / Instituto Goethe, Avenida Corredor da Vitória, 1.809, Salvador (BA)
Quando: 22 de novembro, às 18h
Quanto: Entrada franca


Realização: Projeto Remix-se
E-mail:

verbo21@gmail.com
Site:

http://sequicosacro.blogspot.com

http://www.myspace.com/pasteldemiolos

http://www.remix.art.br/

sábado, 8 de novembro de 2008

Dublê de Heraldista



Bem, a idéia central é que este blog seja de literatura. Primordial e principalmente, um blog de literatura, onde eu pudesse meus textos. Todavia, como todo bom blog, de vez em quando há as derrapadas, escorregadas e desvios de rotas.

Digo isso por conta dos meus últimos dias... Final de faculdade, tempo de monografia, cabeça a mil pensando no próximo livro... e o que estou fazendo??? brincando de heraldista. Os motivos são simples: 01º) Gosto desta coisa de brasões, em parte pelo meu gosto por história, em parte por causa da minha quase formação em Comunicação. 02º) Elaborar brasões é uma forma de passar o tempo e exercitar outros campos da mente que nãos ejam apenas escrita, reflexão e leitura. 03º) Quando se estar apaixonado, se faz qualquer loucura. E é por conta deste último motivo a origem do meu post.

Minha amiga Elisabete P. Barbosa está organizando uma ONG de direitos humanos. Como sempre tive uam queda por ela, eis que resolvi ajudá-la. Nesta brincandeira, entre se oferecer e o pedido de ajuda, resolvi montar o brasão d'armas da entidade. Quase duas semanas, entre fazer o brasão, o selo e a bandeira da entidade. Felizmente meu trabalho ficou no agrado dela. Agora, para finalizar, tenho que escrever a justifica heráldica do símbolos...

Nada complicado, exceto que eu preciso escrever ainda minha monografia e meus dedos já conçam em publicar um outro livro. Afinal, meu "Estrelas no Lago" foi publicado em 2004...Também há meus textos literários, meus poemas, que eu gostaria de retornar a escrever.

Pelo o que vejo, enquanto não regularizar minha vida civil, vivo esta dicotomia entre escrever auilo que eu gosto e fazer aquilo que sociedade quer que eu faça. Assim que tomar vergonha na cara, escrevo uma crônica comentando o significado da vitória de Barack Obama ou um ensaio informal sobre o saudosismo da dos anos 80. Em tempo: o brasão que ilustra este post não é a do ONG. É o meu brasão pessoal, reformulado...

Biblioteca do Bardo Celta (Leituras recomendadas)

  • Revista Iararana
  • Valenciando (antologia)
  • Valença: dos primódios a contemporaneidade (Edgard Oliveira)
  • A Sombra da Guerra (Augusto César Moutinho)
  • Coração na Boca (Rosângela Góes de Queiroz Figueiredo)
  • Pelo Amor... Pela Vida! (Mustafá Rosemberg de Souza)
  • Veredas do Amor (Ângelo Paraíso Martins)
  • Tinharé (Oscar Pinheiro)
  • Da Natureza e Limites do Poder Moderador (Conselheiro Zacarias de Gois e Vasconcelos)
  • Outras Moradas (Antologia)
  • Lunaris (Carlos Ribeiro)
  • Códigos do Silêncio (José Inácio V. de Melo)
  • Decifração de Abismos (José Inácio V. de Melo)
  • Microafetos (Wladimir Cazé)
  • Textorama (Patrick Brock)
  • Cantar de Mio Cid (Anônimo)
  • Fausto (Goëthe)
  • Sofrimentos do Jovem Werther (Goëthe)
  • Bhagavad Gita (Anônimo)
  • Mensagem (Fernando Pessoa)
  • Noite na Taverna/Macário (Álvares de Azevedo)
  • A Casa do Incesto (Anaïs Nin)
  • Delta de Vênus (Anaïs Nin)
  • Uma Espiã na Casa do Amor (Anaïs Nin)
  • Henry & June (Anaïs Nin)
  • Fire (Anaïs Nin)
  • Rubáiyát (Omar Khayyam)
  • 20.000 Léguas Submarinas (Jules Verne)
  • A Volta ao Mundo em 80 Dias (Jules Verne)
  • Manifesto Comunista (Marx & Engels)
  • Assim Falou Zaratustra (Nietzsche)
  • O Anticristo (Nietzsche)