Sua Majestade, O Bardo

Minha foto
Valença, Bahia, Brazil
Escritor e Professor de Literaturas Anglófonas. Autor do livro "Estrelas no Lago" (Salvador: Cia Valença Editorial, 2004) e coautor de "4 Ases e 1 Coringa" (Valença: Prisma, 2014). Licenciado em Letras/Inglês pela UNEB-Campus Salvador. Falando de mim em outra forma: "Aspetti, signorina, le diro con due parole chi son, Chi son, e che faccio, come vivo, vuole? Chi son? chi son? son un poeta. Che cosa faccio? scrivo. e come vivo? vivo."

quarta-feira, 14 de março de 2007

ESCRITOR VALENCIANO PARTICIPA EM ANTOLOGIA DE NOVOS TALENTOS

ESCRITOR VALENCIANO PARTICIPA
EM ANTOLOGIA DE NOVOS TALENTOS

(notícia do jornal Página Um News e Jornal Valença Agora)

O poema “O Beijo”, do escritor valenciano Ricardo Vidal, foi escolhido para participar do volume 34 da Antologia de Poetas Brasileiros Contemporâneos, organizada pela editora carioca Câmara Brasileira de Jovens Escritores (CBJE). A antologia faz parte de uma série de livros que visa divulgar os novos talentos literários do país.

Esta é a terceira vez que Ricardo Vidal participa desta Antologia. Em 2004, ele publicou os poemas “O Farol e o Mar” e “Cântico dos Lírios” nos volumes 08 e 10, respectivamente. “Cântico dos Lírios” foi escolhido como um dos 100 melhores poemas publicados em 2004 pela CBJE. Ricardo Vidal também publicou o conto “Retrato de Família” no primeiro volume da Antologia de Contos de Autores Contemporâneos, da mesma editora.

AUTOR EM ASCENSÃO. José Ricardo da Hora Vidal nasceu na cidade de Valença em 1978, filho de Antônio José Conceição Vidal e Vilma da Hora Vidal. Estudou o ginásio no Colégio Social de Valença (1989-1992) e o curso Científico no Educandário Paulo Freire (1993-1995). Participou do movimento estudantil, sendo um dos fundadores da UMES-VA em 1994, onde foi Diretor de Imprensa. Desde 1996 reside em Salvador, onde foi estudar jornalismo na UFBA. Atualmente estuda Letras–Inglês na UNEB. Em 2004 publicou o seu primeiro livro, a coletânea de poemas chamada “Estrelas no Lago”.

Ricardo Vidal já ganhou prêmios de literatura, alguns de âmbito nacional. No ano passado foi menção honrosa no II Concurso de Poesia da Academia Letras do Recôncavo, com o poema “Soneto da Solidão”. Em 2002 foi o 03º lugar no Concurso Nacional de Poesia promovido pela revista literária Iararana. Edição desta revista, que publicou os poemas de Ricardo Vidal também foi lançada em Paris (França) e Budapeste (Hungria).

Ainda estudante do curso científico, Ricardo Vidal estreou na literatura, publicando a crônica “Saudades” no livro Quase Escritores, com textos dos alunos do Paulo Freire. Também tem textos publicados na internet, nos websites “Nave da Palavra”, “Usina de Letras”, “Sonetos.com.br”e “Neocodex”.

Ricardo Vidal trás o pendor para as artes desde o berço. Ele é bisneto de Maestro Barrinha (autor da música do Hino de Valença), sobrinho do poeta valenciano Valdo da Hora e primo do pintor Junior da Hora.

Salvador, 13 de março de 2007
Fonte: http://www.paginaumnews.com.br/ver.php?manchete=100

Fonte: http://www.rolandonaorla.com.br/ultimas13.php

Fonte: http://www.ounet.com.br/noticias/mais/jornais/va/99/pg11.html

Nenhum comentário:

Biblioteca do Bardo Celta (Leituras recomendadas)

  • Revista Iararana
  • Valenciando (antologia)
  • Valença: dos primódios a contemporaneidade (Edgard Oliveira)
  • A Sombra da Guerra (Augusto César Moutinho)
  • Coração na Boca (Rosângela Góes de Queiroz Figueiredo)
  • Pelo Amor... Pela Vida! (Mustafá Rosemberg de Souza)
  • Veredas do Amor (Ângelo Paraíso Martins)
  • Tinharé (Oscar Pinheiro)
  • Da Natureza e Limites do Poder Moderador (Conselheiro Zacarias de Gois e Vasconcelos)
  • Outras Moradas (Antologia)
  • Lunaris (Carlos Ribeiro)
  • Códigos do Silêncio (José Inácio V. de Melo)
  • Decifração de Abismos (José Inácio V. de Melo)
  • Microafetos (Wladimir Cazé)
  • Textorama (Patrick Brock)
  • Cantar de Mio Cid (Anônimo)
  • Fausto (Goëthe)
  • Sofrimentos do Jovem Werther (Goëthe)
  • Bhagavad Gita (Anônimo)
  • Mensagem (Fernando Pessoa)
  • Noite na Taverna/Macário (Álvares de Azevedo)
  • A Casa do Incesto (Anaïs Nin)
  • Delta de Vênus (Anaïs Nin)
  • Uma Espiã na Casa do Amor (Anaïs Nin)
  • Henry & June (Anaïs Nin)
  • Fire (Anaïs Nin)
  • Rubáiyát (Omar Khayyam)
  • 20.000 Léguas Submarinas (Jules Verne)
  • A Volta ao Mundo em 80 Dias (Jules Verne)
  • Manifesto Comunista (Marx & Engels)
  • Assim Falou Zaratustra (Nietzsche)
  • O Anticristo (Nietzsche)