Sua Majestade, O Bardo

Minha foto
Valença, Bahia, Brazil
Escritor e Professor de Literaturas Anglófonas. Autor do livro "Estrelas no Lago" (Salvador: Cia Valença Editorial, 2004) e coautor de "4 Ases e 1 Coringa" (Valença: Prisma, 2014). Licenciado em Letras/Inglês pela UNEB-Campus Salvador. Falando de mim em outra forma: "Aspetti, signorina, le diro con due parole chi son, Chi son, e che faccio, come vivo, vuole? Chi son? chi son? son un poeta. Che cosa faccio? scrivo. e come vivo? vivo."

sexta-feira, 13 de abril de 2012

COLEGIO HERMINIO MANUEL REALIZA A PRIMEIRA EDICAO DO PROJETO SEXTA NO PALCO


Embora tenha acontecido numa quarta-feira, o projeto “Sexta no Palco” articula
saberes em diversas áreas artísticas com apresentações dos seus alunos.

Na última quarta-feira (04), o Colégio Estadual Hermínio Manuel de Jesus, anexo do Colégio Estadual Gentil Paraíso Martins, localizado na comunidade do Bonfim, realizou a edição de abertura do projeto “Sexta no Palco”. Este projeto tem a finalidade de reunir os alunos para assistirem e realizarem apresentações artísticas no coreto da escola.

Na primeira apresentação, os professores do Colégio Hermínio recitaram poemas, tocaram violão e cantaram, o que estimulou muito os alunos, com suas respectivas habilidades e talentos. Nos turnos vespertino e noturno, a professora Claudiana Pereira, vice-diretora da unidade escolar, fez a abertura do evento desejando boas vindas e os convidando para participar. Fazendo sua entrada jogando capoeira, o professor Ricardo Vidal (Língua Inglesa) declamou um de seus poemas, fazendo uma referência à capoeira e aos ritos indígenas, retomando a origem do povo brasileiro. Em seguida, numa mistura de música e literatura, a professora Taylane Nascimento (Língua Portuguesa) declamou a música “O homem falou” de Gonzaguinha, que, com samba no pé, fez o convite a todos os alunos a participarem das próximas edições do projeto.

Já o professor Eduardo Lopes cantou e encantou com sua voz e violão. Interpretou a música “Wonderwall”, da banda internacional Oasis. O evento foi encerrado pela declamação do poema “Vertigo” (versão em inglês do poema “Vertigem”, do professor Ricardo Vidal), com tradução simultânea do professor Eduardo Lopes. 

Os alunos marcaram presença com belas apresentações. A turma do 1° ano 01 (Vespertino), com a dança da música “Família Feliz”; o aluno Ícaro Carias, do 3° ano (Vespertino), com a voz e violão, e um pot-pourri das músicas “Pais e Filhos” de Renato Russo e “Stand By Me” de John Lennon. No noturno, os alunos Leandro Miranda e Robson Santos deram um verdadeiro “show” de violão, ao interpretarem diversas músicas. Sexta-feira (13/04) tem mais “Sexta no Palco”. Diante de tudo, ficou a sensação de que “Valeu à pena, êh, êh!”
Eu, Prof. Eduardo Lopes e Profa. Claudiana


Declamando meus poemas (além de fazer meu merchandising)

Nenhum comentário:

Biblioteca do Bardo Celta (Leituras recomendadas)

  • Revista Iararana
  • Valenciando (antologia)
  • Valença: dos primódios a contemporaneidade (Edgard Oliveira)
  • A Sombra da Guerra (Augusto César Moutinho)
  • Coração na Boca (Rosângela Góes de Queiroz Figueiredo)
  • Pelo Amor... Pela Vida! (Mustafá Rosemberg de Souza)
  • Veredas do Amor (Ângelo Paraíso Martins)
  • Tinharé (Oscar Pinheiro)
  • Da Natureza e Limites do Poder Moderador (Conselheiro Zacarias de Gois e Vasconcelos)
  • Outras Moradas (Antologia)
  • Lunaris (Carlos Ribeiro)
  • Códigos do Silêncio (José Inácio V. de Melo)
  • Decifração de Abismos (José Inácio V. de Melo)
  • Microafetos (Wladimir Cazé)
  • Textorama (Patrick Brock)
  • Cantar de Mio Cid (Anônimo)
  • Fausto (Goëthe)
  • Sofrimentos do Jovem Werther (Goëthe)
  • Bhagavad Gita (Anônimo)
  • Mensagem (Fernando Pessoa)
  • Noite na Taverna/Macário (Álvares de Azevedo)
  • A Casa do Incesto (Anaïs Nin)
  • Delta de Vênus (Anaïs Nin)
  • Uma Espiã na Casa do Amor (Anaïs Nin)
  • Henry & June (Anaïs Nin)
  • Fire (Anaïs Nin)
  • Rubáiyát (Omar Khayyam)
  • 20.000 Léguas Submarinas (Jules Verne)
  • A Volta ao Mundo em 80 Dias (Jules Verne)
  • Manifesto Comunista (Marx & Engels)
  • Assim Falou Zaratustra (Nietzsche)
  • O Anticristo (Nietzsche)