Sua Majestade, O Bardo

Minha foto
Valença, Bahia, Brazil
Escritor e Professor de Literaturas Anglófonas. Autor do livro "Estrelas no Lago" (Salvador: Cia Valença Editorial, 2004) e coautor de "4 Ases e 1 Coringa" (Valença: Prisma, 2014). Licenciado em Letras/Inglês pela UNEB-Campus Salvador. Falando de mim em outra forma: "Aspetti, signorina, le diro con due parole chi son, Chi son, e che faccio, come vivo, vuole? Chi son? chi son? son un poeta. Che cosa faccio? scrivo. e come vivo? vivo."

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Livro das Sombras (Elegia)

Livro das Sombras (Elegia)

Valença; 19 de setembro de 2014 (2h41)

As fogueiras de Beltane estão apagadas
E a lua, tríplice mãe, esconde-se nas sombras.
Nada vejo mais além de trevas e tristezas
Calçando o caminho calcário do Calvário.
Não vejo jasmins orientais florescendo,
Nem a camomila forrando minha passagem.
Não vejo centauros cantando dentre as árvores,
Nem ninfas bailando lascivas dentre estrelas.
A estrada é solitária e cheia de espinhos,
E é por ela que tenho que aprender a andar,
Caso queria chegar ao meu templo interior.

Então minhas lagrimas iluminam a face minha,
E com elas eu faço meus filtros e sortilégios.
Faço minhas alquimias sentimentais e tempero
Com o vinho novo de meus versos secos
A pedra filosofal de um sol negro no orvalho.
Tento redescobrir o homúnculo que fui
E dentro da redoma, reconstruir o Golem
Que me ressuscite como um Lobisomem.

Ah, poesia triste como uma brisa no inverno,
Tu és meu Golem, minha Alquimia negra,
A panaceia universal dos corações rasgados!
É em ti que devo segurar minha alma
E subir numa escada prateada de nuvens,
Ser um arcanjo sem asas e sem pudor.
Mas a estrada continua lá, triste e espinhosa.
E é nela que devo continuar meu estradar,
Sem fé, sem sorrisos, sem consolo, sem mais nada…

Nenhum comentário:

Biblioteca do Bardo Celta (Leituras recomendadas)

  • Revista Iararana
  • Valenciando (antologia)
  • Valença: dos primódios a contemporaneidade (Edgard Oliveira)
  • A Sombra da Guerra (Augusto César Moutinho)
  • Coração na Boca (Rosângela Góes de Queiroz Figueiredo)
  • Pelo Amor... Pela Vida! (Mustafá Rosemberg de Souza)
  • Veredas do Amor (Ângelo Paraíso Martins)
  • Tinharé (Oscar Pinheiro)
  • Da Natureza e Limites do Poder Moderador (Conselheiro Zacarias de Gois e Vasconcelos)
  • Outras Moradas (Antologia)
  • Lunaris (Carlos Ribeiro)
  • Códigos do Silêncio (José Inácio V. de Melo)
  • Decifração de Abismos (José Inácio V. de Melo)
  • Microafetos (Wladimir Cazé)
  • Textorama (Patrick Brock)
  • Cantar de Mio Cid (Anônimo)
  • Fausto (Goëthe)
  • Sofrimentos do Jovem Werther (Goëthe)
  • Bhagavad Gita (Anônimo)
  • Mensagem (Fernando Pessoa)
  • Noite na Taverna/Macário (Álvares de Azevedo)
  • A Casa do Incesto (Anaïs Nin)
  • Delta de Vênus (Anaïs Nin)
  • Uma Espiã na Casa do Amor (Anaïs Nin)
  • Henry & June (Anaïs Nin)
  • Fire (Anaïs Nin)
  • Rubáiyát (Omar Khayyam)
  • 20.000 Léguas Submarinas (Jules Verne)
  • A Volta ao Mundo em 80 Dias (Jules Verne)
  • Manifesto Comunista (Marx & Engels)
  • Assim Falou Zaratustra (Nietzsche)
  • O Anticristo (Nietzsche)